Mandioca: do plantio à colheita

Disponível em:

    O livro Mandioca: do plantio à colheita analisa o mercado de oferta e demanda, para que o leitor compreenda a dinâmica das transações no cenário atual e as tendências na produção de mandioca no Brasil e no mundo.


    Organizado por Aluízio Borém, Pedro Soares Vidigal Filho, Alex Henrique Tiene Ortiz e Manoel Genildo Pequeno, o livro é uma leitura fundamental para estudantes e profissionais das áreas de Agronomia e Engenharia Agrícola, além de produtores e técnicos envolvidos na produção de mandioca.


    A mandioca (Manihot esculenta Crantz) é amplamente cultivada em mais de uma centena de países, dada a sua boa adaptabilidade a diferentes sistemas de produção e tolerância a condições de estresse hídrico e baixa fertilidade do solo.


    Também conhecida como macaxeira ou aipim, a mandioca é considerada a mais brasileira das grandes culturas, sendo produzida em larga escala e constituindo um dos principais produtos em circulação no mercado interno do País.


    O livro Mandioca: do plantio à colheita, organizado por Aluízio Borém trata da mais brasileira das culturas, de grande importância socioeconômica e de nossa história, domesticada na bacia amazônica há mais de 7.000 anos:


    - A mandioca de mesa representa uma das maiores fontes de carboidrato para uma parte significativa da população mundial.


    - Serve de matéria-prima para variados produtos industrializados, como farinha, fécula e tapioca.


    - É utilizada para a formulação de rações para consumo animal.



    Na era de avanços tecnológicos, crescimento populacional e consequente aumento do consumo de energia, a mandioca está entrando em destaque no mercado de produção de etanol, a partir do aproveitamento de suas raízes tuberosas e resíduos de seu processamento, contribuindo para um suprimento sustentável de energia renovável.


    No cenário de mudanças climáticas, torna-se importante a produção de conhecimento dos profissionais do País acerca dessa cultura e o aprimoramento da produtividade da mandioca em solo brasileiro, medida em produtividade média por hectare, para que esta atinja seu potencial, colaborando com a segurança alimentar.


    Mandioca: do plantio à colheita apresenta, ao longo de seus 13 capítulos, o percurso dessa tuberosa, desde o preparo do solo, a calagem e a adubação até a conservação de seus produtos, sua origem, a fisiologia e a nutrição da planta. Das 95 cultivares de mandioca registradas, existentes de Norte a Sul do País, a obra detalha as características das principais.


    Explica as ferramentas para o controle de pragas, doenças e plantas daninhas e os cuidados a serem tomados durante as fases de seleção do material de plantio e de cultivo inicial da planta. Aborda os métodos e sistemas mais eficazes para a mandioca irrigada e as práticas mais utilizadas na colheita da mandioca.

    À vista por
    (-5% no depósito ou PIX)