PROFESSORES E ESTUDANTES TEM BENEFÍCIOS NO NOSSO SITE.

SAIBA MAIS

lg_oficina_textos_branco

  • MEUS PEDIDOS
Buscar

Manual de Geografia Urbana - Impresso

Tendo em vista que mais de duas décadas nos separam da primeira edição deste Manual de Geografia Urbana, o seu valor historiográfico evidente não obscurece sua atualidade, pois nele Milton Santos apresenta perspectivas conceituais e metodológicas que se vão expandir na sua vasta produção posterior. Temas como processos de crescimento urbano, suas conseqüências, e "morfologia do tecido urbano", entre outros, são tratados com a acuidade analítica que caracteriza o autor. Independentemente dos dados estatísticos, mantidos da edição inicial, as análises, que datam da década de 1980, auxiliam na compreensão dos quadros urbanos ainda presentes nas nossas cidades. Sem dúvida, trata-se de um texto ao mesmo tempo histórico e atual, indispensável à compreensão dos caminhos da Geografia Urbana no Brasil.

Ver descrição completa

Manual de Geografia Urbana - Impresso

Editora:
manual-de-geografia-urbana-a0b191.jpg
Impresso
Por: R$ 44,00
à vista
ComprarVendedor Oficina de Textos

Por: R$ 44,00

Preço a vista: R$ 44,00

Comprar

descrição completa


Duas considerações iniciais são importantes quando se fala do Manual de Geografia Urbana. A primeira concerne ao seu valor historiográfico, considerando os mais de vinte anos que nos separam de sua primeira edição. Este livro constitui, assim, um marco da Geografia Urbana no Brasil, especialmente na Bahia, onde Milton Santos constituiu um importante grupo de pesquisas na área. A segunda consideração diz respeito ao fato de a obra veicular uma perspectiva conceitual e metodológica que marca sua vasta produção intelectual.



Independentemente dos dados estatísticos (mantidos da edição inicial), as análises, produzidas na década de 1980, permitem compreender os processos de crescimento urbano, cujas conseqüências o autor já antevia. Desse modo, temas como crescimento populacional de urbes industrializadas e não-industrializadas, suas estruturas sociais, migrações, seu crescimento econômico, bem como a "morfologia do tecido urbano", entre outros, são tratados com a acuidade analítica que caracteriza o autor.



O tecido urbano é visto aqui como lugar de confrontos, espaço propício à demagogia do Estado frente a setores sociais vulneráveis. Mas o crivo analítico de Milton Santos prenuncia que, nesse caso, "o feitiço, como é de regra, pode voltar-se contra o feiticeiro, em vez de favorecê-lo". Está aí posta, em semente, o que constituiria seu futuro conceito de período popular da história.

Especificação

AutorMilton Santos
SumárioSumário
Páginas225
Publicação2008
Formato14 x 21 cm
EncadernaçãoBrochura
Edição3

Títulos Relacionados