PROFESSORES E ESTUDANTES TEM BENEFÍCIOS NO NOSSO SITE.

SAIBA MAIS

lg_oficina_textos_branco

  • MEUS PEDIDOS
Buscar no site

Arquitetura Ecológica - condicionamento térmico natural - Impresso

Com a crise da energia, o problema do condicionamento térmico das habitações e ambientes industriais, tanto de inverno como de verão, está sendo encarado sob novos prismas. Realmente, o homem, ofuscado pelas suas maravilhosas descobertas tecnológicas, esqueceu-se dos recursos que a natureza pôs à sua disposição para seu conforto térmico.
Ver descrição completa

Arquitetura Ecológica - condicionamento térmico natural - Impresso

Editora:
arquitetura-ecologica-256854.jpg
Impresso
Por: R$ 105,00ou
2x de R$ 52,50
sem juros
ComprarVendedor Oficina de Textos

Por: R$ 105,00ou X de

Comprar

descrição completa


Com a crise da energia, o problema do condicionamento térmico das habitações e ambientes industriais, tanto de inverno como de verão, está sendo encarado sob novos prismas. Realmente, o homem, ofuscado pelas suas maravilhosas descobertas tecnológicas, esqueceu-se dos recursos que a natureza pôs à sua disposição para seu conforto térmico.

Assim,




  • a proteção adequada contra a insolação no verão;


  • o amortecimento das variações de temperatura por meio de materiais de grande inércia térmica;


  • a ventilação com ar tomado em microclimas favoráveis;


  • o aproveitamento da insolação no inverno;


  • o isolamento racional de superfícies externas para proteger os ambientes habitados contra trocas indesejáveis de calor e condensação permitem-nos afirmar que, na maior parte do Brasil, o condicionamento térmico das habitações por meios puramente naturais (ao menos no que diz respeito à temperatura) é perfeitamente possível.



No mínimo uma melhoria substancial quanto ao conforto térmico no interior das habitações pode ser obtida economicamente com o uso de técnicas construtivas simples, mas racionais, que visem ao aproveitamento das condições favoráveis da natureza para o condicionamento ambiental.



Tendo em mente o exposto e observando os nossos espigões de concreto: sem proteção contra insolação, sem inércia térmica (materiais leves), afastados dos recursos naturais (da terra, da vegetação, etc.), e com ar condicionado, não podemos deixar de notar o absurdo da Arquitetura moderna, fruto de uma era de exploração imobiliária e de desperdício.



Esperamos, pois, com esta nossa contribuição, que os arquitetos e construtores fiquem conscientizados do principal problema das habitações, qual seja o conforto térmico, e passem a projetar e construir de maneira mais coerente com a nossa própria natureza.

Especificação

AutorEnnio Cruz da Costa
SumárioSumário
Páginas264
Publicação1982
Formato16 x 23 cm
EncadernaçãoBrochura
Edição1

Títulos Relacionados